Controle de Som da Página

 

 

Espere carregar e clik no Anjinho

Espirito de Natal

"Deixa eu ver se o espírito do Natal já está na sua casa.
Não, não quero ver a árvore iluminada na sala,
nem quero saber quanto você já gastou em presentes.
Quero,  sim,  sentir no ambiente a mensagem viva
do Aniversariante deste dezembro mágico:

Toda a família está unida? 
O perdão já eliminou aquelas desavenças que ocorrem
no calor das nossas vidas?
 
"Não quero ver a sua despensa cheia,
quero saber se você conseguiu doar alguma coisa do que lhe sobra,
 para quem tem tão pouco,  às vezes nada.

"Não exiba os presentes que você já comprou, mesmo com sacrifício;
quero ver aí dentro de você a preocupação com aqueles que esperam tão pouco,
uma visita, um telefonema, uma carta, um e-mail...

"Quero ver o espírito do Natal entre Pais que descobrem tempo para os filhos,
em amigos que se reencontram e podem parar para conversar,
no respeito do celular desligado no teatro, na gentileza de quem oferece o banco
para o mais idoso, na paciência com os doentes, na mão que apóia o deficiente
visual na travessia das ruas, no ombro amigo que se oferece para quem anda meio
triste,  perdido.

"Quero ver o espírito de Natal invadindo as ruas,
respeitando os animais, a natureza que implora por cuidados tão simples,
como não jogar o papel no chão, nem o lixo nos rios.
Não quero ver o Natal nas vitrines enfeitadas,
no convite ao consumo, mas no enfeite que a bondade faz no
rosto das pessoas generosas.
 
Por fim,  mostre-me que o espírito do Natal
entrou definitivamente na sua vida, 
através do abraço fraterno,
da oração sentida, do prazer de andar sem drogas e sem bebidas,
do riso franco,  do desejo sincero de ser feliz e, de tão feliz,  não resistir
ao desejo de fazer outras pessoas também felizes.

"Deixe o Natal invadir a sua alma,
 entre os perfumes da cozinha que vai se encher de comidas deliciosas,
no cheiro da roupa nova que todos vão exibir.
Abrace-se à sua família e façam alguns minutos de silêncio,
que será como uma oração do coração, que vai subir aos céus,
e retornar com um presente eterno,  duradouro:
O suave perfume de JESUS!
perfume de paz,  amor,  harmonia e a eterna esperança de que um
dia,  todos os dias serão como os dias de Natal.

Feliz Natal para você e
para todos  os seus!"

 

 Paulo Roberto Gaefke


O Rei da história


Conta a história
Que o Rei da glória
Não tinha onde nascer.
E não foi em berço de ouro,
Cercado de tesouros
Que Ele veio ao mundo.
Foi com humildade,
Com toda simplicidade.
À nós se deu essa grande verdade:
Não importa onde você nasce,
Ou que você possui,
O mais importante
É o que você é.
Guarda seu coração,
Tudo o que provém dele
Vai determinar sua vida.
Natal não é tradição,
Nem troca de presentes,
É Deus vindo em forma de homem
Para resgatar o próprio homem.
É o amor transformando-se em gente,
Para que o mundo seja diferente.
Ama-te a ti mesmo,
Ao que está ao teu lado
E ao que está distante,
O pobre, o necessitado, os sem esperança
E você vai ter entendido
A verdadeira mensagem do Natal.




Letícia Thompson

Minha Árvore de Natal


Quisera, Senhor, neste Natal,


armar uma árvore dentro do meu coração


e nela pendurar,no lugar de presentes,


o nome de todos os meus amigos.



Os amigos de longe e de perto.


Os antigos e recentes.


Os que vejo cada dia e os que raramente encontro...



Os sempre lembrados.


Os que, às vezes, ficam esquecidos.


Os constantes e os intermitentes...


Os das horas difíceis, e os das horas alegres.



Os que, sem querer magoei ou sem querer me magoaram . . .


Aqueles a quem conheço profundamente.


Aqueles de quem me são conhecidas apenas as aparências.


Os que pouco me devem.


E aqueles a quem muito devo.



Meus amigos jovens e meus amigos velhinhos.


Meus amigos homens feitos.


E as crianças minhas amiguinhas.


Meus amigos humildes e meus amigos importantes.



O nome de todos que já passaram pela minha vida.


Os que me admiram e me estimam sem eu saber...


E os que eu amo, e estimo sem lhes dar a entender....



Quisera, Senhor, neste Natal, armar uma árvore


de raízes muito profundas, de sombra muito agradável


para que a nossa amizade seja um momento de repouso,


no meio das lutas da vida.
 


A Estrela Cadente


Senhor,

Permita que eu veja sempre

A Estrela Cadente,

Me mostrando o caminho a seguir.

Sei que não trago comigo,

Nem ouro, nem incenso e nem mirra,

Nada tenho, senão o meu ser,

Mas sei também,

Que nada pedes além disso.

Sou eu o ouro,

O incenso e a mirra,

Seguindo a Estrela diferente

E especial,

Buscando tocar,

Nem que seja por um segundo,

O Rei do Natal.

Nada te dou, que já não tenhas,

Mas recebo de Ti,

Tudo o que preciso!...

És Tu o Menino que procuro

E a própria Estrela que me guia,

Com luz e brilho;

Eu vim para Te adorar

E viestes para me iluminar.




Letícia Thompson

Feliz Natal




Pra vocês, Amigos,
Que fizeram do sol seu guia,
De cada manhã um lindo dia
De cada noite uma canção!

Feliz Natal




Pra vocês, que fizeram da Estrela D`alva
Seus caminhos:
Deram comida aos passarinhos
E repartiram com o homem seu pão!

Feliz Natal



Pra vocês, que tiveram um gesto amigo:
Um papo, um alento e deram abrigo
E estenderam suas mãos!

Feliz Natal



Pra vocês, que fizeram da dor a esperança;
Que fizeram sorrir uma criança
E que amaram de coração!

Feliz Natal



Pra vocês, que viveram a pobreza a fundo
Nas manjedouras do mundo
E não deixaram o tempo ir em vão!

Feliz Natal



Pra vocês, que são amigos, e pra vocês,
que ao inimigo presentearam com
Seu perdão!

Feliz Natal

Feliz Natal
Pra vocês, Amigos que sentem!

Pra vocês, Amigos que são Gente!

José Maria Guilherme


 

O Natal está próximo...

 

O tempo passa... corremos o ano todo e só percebemos a proximidade do Natal quando as lojas, as ruas e os lares começam a se enfeitar com pinheirinhos, luzes, guirlandas, arranjos, presépios, papai-noel...
Neste clima de alegria e confraternização, pessoas de todas as idades, classes e raças se mobilizam à procura de presentes, enfeites, comidas, bebidas, cartões de confraternização, preparando tudo da melhor maneira possível para as festividades. E não há nada de mal nisso, desde que não nos desviemos do foco do Natal, o nascimento de Jesus.
Apesar de ser um tempo, no qual nos tornamos mais acolhedores e mais solidários, nem sempre elevamos nosso pensamento e nosso coração no real sentido do Advento.
Fica aqui um questionamento: Qual o objetivo de toda essa preparação e qual o sentido do Advento para nós? Temos consciência de que ao celebrarmos o Natal fazemos memória ao nascimento do Deus Encarnado, que veio morar entre nós?
Estamos fazendo do Advento um tempo de espera e preparação interior, para acolher aquele que é o real motivo de existir o Natal, Jesus Cristo?
Que presente estamos preparando para o aniversariante homenageado no Natal? Estamos voltados para as riquezas do alto, acolhendo Jesus em nosso coração, em nossa família, na sociedade ou encontramo-nos mergulhados na beleza das luzes coloridas, na riqueza dos enfeites e no consumismo?
Percebemos a presença de Jesus no irmão que passa necessidade, no doente, no excluído e naquele para quem Jesus ainda não nasceu?
O Advento é um tempo propício à reflexão, à oração e à conversão. Preparemo-nos espiritualmente para acolher o Emanuel, o Deus-conosco, que veio a esse mundo para nos salvar e deixar uma mensagem de fé, de esperança e de amor!
Que o nosso coração seja uma manjedoura que acolha o Menino Jesus; que o nosso lar seja uma gruta, onde Maria e José encontrem abrigo e que o Brasil seja um grande presépio, onde Jesus possa ser reconhecido e acolhido como Senhor e Salvador!

“O Verbo se fez carne e habitou entre nós” (Jo 1, 18).

Feliz Natal!

Autor: Rosemary de Ross Pato Branco

 

Um Deus que se faz Criança


A bondade e a esperança sobrevivem. E o amor continua aquecendo milhares e milhares de corações sobre a face da terra. Na virada do milênio existem sinais luminosos, visivelmente desenhados no horizonte. Realidades-força que reabastecem nosso otimismo cotidiano, incentivando-nos a prosseguir lutando pelo Reino, de ânimo perseverante, apesar de...

E a gente pergunta: Quem salvará o mundo?
Os que olham a sociedade à sua volta com simpatia e misericórdia, mas com aquela vontade enorme de transformá-la para melhor. Os que permanecem descobrindo, amando a vida, olhando-a de frente, saudando cada dia, como chance que Deus nos concede para fazer o bem. E agradecem porque existe música nos palcos do existir.

Os que ainda encontram tempo para dialogar com as estrelas, beber um lindo por-do-sol e socorrer um necessitado que perambula pelas ruas da amargura, do sofrimento, da marginalização.

A criança que nos encanta com sua simplicidade, o velhinho trôpego que se ampara na bengala amiga e os jovens enfuziantes projetando sonhos-entusiasmo nos caminhos abertos do amanhã. Um homem e uma mulher que se ajoelham lado a lado, olhos molhados de ternura, agradecendo o dom do seu amor, dando-se as mãos para acertar na educação dos filhos. Os mansos e humildes, que sorriem na adversidade, fazem-se criativos na crise, silenciam perante críticas maldosas e buscam dar razão aos outros, mesmo quando injustiçados descaridosamente. O escritor que arquiteta seus poemas, livros e pensamentos na calada da noite. O místico que se comunica com Deus nas mínimas coisas de cada dia. O operário de fronte suada que regressa para casa, contente, mesmo sabendo que o pão escasseia na sua mesa e o salário mal-e-mal cobre as despesas da família.

Os que esperam, contra toda a esperança, transformando as próprias angústias num hino à vida, colocando alma em suas tarefas, convertendo seu trabalho em prece e ofertório.

Essas e tantas outras pessoas, não raro esquecidas e pouco valorizadas, estão salvando nosso mundo caótico, ferido e desencontrado, restituindo-nos confiança e motivação em meio às turbulências e perplexidades desta virada do século, limiar do ano dois mil.

E quando mais um Natal desponta na esquina de dezembro, a gente se emociona pela milésima vez perante um Deus que se fez Criança, para estar mais perto de nós. E lágrimas nos brotam do fundo do coração, vendo os pobres e desafortunados celebrando a vida, seus restos de esperanças cantando “Noite Feliz” dentro de seus barracos. E mesmo sem ceia natalina, sem pinheirinhos enfeitados, eles sorriem generosos, agradecidos: “Se Deus quiser, no ano que vem nosso Natal será mais alegre. Se Deus quiser! “

Em Belém, no silêncio da noite,uma patena foi elevada.
Era MARIA, celebrante privilegiada,
rezando a primeira Eucaristia,
no altar da maternidade.

Pe. Roque Schneider, SJ

Fonte: Triunfo do Coração de Jesus
 

 

 


Cartões amigos

 

Aulinhas Gifs

 

 

 

 

 

Obrigada Aulinhas gifs e um Feliz Natal a todos nós!!

 

 

 

 

Oxalá pudéssemos meter o espírito de natal em jarros e abrir um jarro em cada mês do ano Grace Noll Crowell

 Que o espírito natalino traga aos nossos corações a fé inabalável dos que acreditam em um novo tempo de paz e amor. Boas Festas. Fernando Waki

 Natal é o nascimento de Cristo. Ano Novo é o nascimento de uma nova esperança. Feliz Natal e Próspero Ano Novo.

 Que Papai Noel lhe traga tudo de bom que você pediu e mais alguma coisa boa que você esqueceu. Um Feliz Ano Novo e Boas Festas!

Desejo um ótimo Natal, cheio de alegrias, harmonia e tudo que a nossa Caixinha de sonhos nos faz acreditar.
Que esse Novo Ano que se aproxima seja uma porta aberta para novos sonhos,
renovações de fé e muita Paz para o nosso mundo.

Feliz ano 2011!!!

Frase de Dhuda Sky

 

 Jardim das Artes - Orkut Decorado Imagem &Arte